»Geral - Panambi News

Três presos entre eles um policial da reserva suspeitos de participar de assalto a banco em Porto Xavier

A Brigada Militar trabalha com a possibilidade de haver três ou mais criminosos escondidos na mata, no interior de Campina das Missões Em informação transmitida à nossa reportagem pela major Vanessa Peripolli, a Polícia trabalha com a hipótese de haver três ou mais criminosos ainda escondidos no mato. Conforme a Oficial, o assalto ocorrido em Porto Xavier contou com dois veículos utilizados pelos criminosos, sendo que em um deles havia quatro indivíduos, o que leva a supor que existem mais criminosos ainda não localizados.

POLICIAL RODOVIÁRIO APOSENTADO PRESO

– Segundo as informações transmitidas pela Brigada Militar, o primeiro indivíduo detido foi preso em Porto Lucena, por volta das 17h45min, na praça central da cidade. Outro foi detido em um acampamento utilizado pelo grupo, em Porto Xavier. E um terceiro, em uma residência de Porto Xavier. Neste caso, segundo a Brigada Militar, o suspeito seria um policial rodoviário aposentado.

SUPOSTO CRIMINOSO MORTO

– Segundo uma fonte na Brigada Militar, um dos presos, ao ser interrogado, teria relatado aos policiais de que um assaltante teria sido morto na troca de tiros ocorrido na madrugada de quinta-feira (25), quando o policial militar Fabiano Lunkes foi morto pelos criminosos. O cerco aos criminosos ainda segue na região de Campina das Missões, na noite deste sábado (27).

Relembre o caso

A quadrilha havia atacado o Banco do Brasil no início da tarde de quarta-feira na área central de Porto Xavier. Há a suspeita de que o grupo seja formado por quatro ou cinco assaltantes fortemente armados e disfarçados com toucas ninjas. Durante o ataque à agência bancária, eles mantiveram reféns como "escudo humano", usando o método chamado pela Polícia Civil como "Novo Cangaço". Houve perseguição policial e confronto na região de Campina das Missões após a fuga dos criminosos. Na quinta-feira, a Brigada Militar intensificou o cerco à quadrilha após a morte de um policial militar durante confronto na madrugada. O soldado Fabiano Heck Lunkes, 34 anos, da BM de Cerro Largo, do Comando Regional de Polícia Ostensiva Missões, foi atingido por um tiro que atravessou o colete balístico durante o tiroteio ocorrido em torno das 3h45min. Ferido gravemente no tórax, o policial militar foi socorrido mas não resistiu. Os criminosos, que pretendiam abandonar o matagal, retornaram para dentro da mata.Agora/RS.com

Matéria publicacada em 27/04/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.