»Geral - Panambi News

Operação “Breaking Bad” apreende 8,4 mil comprimidos de ecstasy em São Leopoldo

Ação da Polícia Civil também resultou na prisão de um homem, investigado por revender a droga

A maior apreensão de ecstasy da Polícia Civil em 2019 ocorreu na manhã desta quinta-feira em São Leopoldo. Avaliados em meio milhão de reais, 8,4 mil comprimidos da droga sintética, do tipo “Heisenberg” e “Wifi”, respectivamente nas cores verde-rosa e verde-branco, foram encontrados em uma residência no bairro Scharlau durante cumprimento de mandado de busca e apreensão no local pelos agentes das DRACO-Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas de Canoas, coordenada pelo delegado Thiago Lacerda, e de Caxias do Sul, comandada pelo delegado Adriano Linhares, que deflagraram uma operação conjunta ao amanhecer.

As investigações apontam que o entorpecente provavelmente abastecia traficantes de drogas sintéticas na Região Metropolitana de Porto Alegre e na Serra. Cada comprimido seria comercializado por R$ 60 em festas de música eletrônica, conhecidas como raves. Na ação de hoje, os policiais civis prenderam o alvo da operação. Trata-se de um traficante, vulgo R.V., de 33 anos de idade, que não possui antecedentes criminais, mas foi preso diante da enorme quantidade de ecstasy. Um Volkswagen Golf também foi recolhido.

As investigações começaram pela DRACO de Caxias do Sul, sendo a segunda fase operação Candy Shop, que resultou na prisão de dez pessoas no ano passado. Segundo o delegado Adriano Linhares, R.V. tinha uma posição importante dentro do trabalho investigativo da Candy Shop. “Sua prisão agora fecha mais uma peça do quebra-cabeça das drogas sintéticas na serra gaúcha”, avaliou.

Já o delegado Thiago Lacerda, da DRACO de Canoas, destacou que a apreensão dos 8,4 mil comprimidos de ectasy demonstra “o nível de envolvimento do investigado com o tráfico de entorpecentes e o abastecimento de droga sintética na Região Metropolitana de Porto Alegre”. Ele recordou que, em outra ação realizada no mês passado, haviam sido apreendidos 100 comprimidos de ecstasy do tipo “Wifi” em Canoas, indicando que “a organização criminosa tem distribuído a droga na região”.

O diretor da 2ª Delegacia de Polícia Regional Metropolitana, delegado Mario Souza, destacou que R.V.. estaria em Canoas mas acabou localizado em São Leopoldo. Ele garantiu que as ações contra o narcotráfico estão sendo realizadas com “maior prioridade” e tem o objetivo de “sufocar o tráfico de drogas”.

A operação faz parte de uma grande ofensiva da PC contra o tráfico de drogas em todo o Estado. Cerca de 60 ordens judiciais estão sendo cumpridas em todo território gaúcho. Elas foram direcionadas para as cidades de Rio Grande, Palmeira das Missões, Frederico Westphalen, São Martinho e Campo Novo, Tapes e Camaquã, Serra e municípios do Vale dos Sinos.

Matéria publicacada em 23/05/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.