»Geral - Panambi News

Mulher que matou criança e avô envenenadas é condenada a 29 anos de prisão

Laura Fernandes da Luz Drosdosky foi condenada a 29 anos e seis meses de prisão, pelo homicídio de seu afilhado, de 4 anos, em julgamento ocorrido nesta quinta-feira (30), no Tribunal do Júri da comarca de Camaquã. A ré matou o menino através de envenenamento. O caso ocorreu em Dom Feliciano.

Laura injetou inseticida para lavoura em um pote de iogurte e deu para a criança, que morreu no dia do aniversário, em 21 de maio de 2013.

A condenada entregou a bebida como um presente e foi a responsável por colocar o iogurte na boca da vítima. A condenação ainda levou em conta as consequências graves do veneno, que provoca uma morte dolorosa e cruel.

Histórico

A mulher já havia sido condenada pela morte de sua sogra e avó da criança, que morreu no dia 7 de abril daquele ano, com os mesmos sintomas. O inseticida teria sido colocado no chimarrão.

O corpo foi exumado e os peritos identificaram sinais do veneno nos órgãos da idosa. Durante as investigações, a polícia encontrou a seringa e o veneno na casa da mulher, que também teria tentado envenenar o próprio marido e a mãe da criança morta.

Fonte: Acústica FM

Matéria publicacada em 30/05/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.