»Geral - Panambi News

CNH mais barata vai valer para processos em andamento

Até então, redução no valor da primeira habilitação seria para os novos alunos

A redução de 14% no valor da Carteira Nacional de Habilitação (CNH), que entra em vigor no dia 16 de setembro, vai contemplar também os processos em andamento. Até então, o entendimento do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) era de que apenas novos alunos seriam beneficiados com a mudança. A deliberação foi anunciada na quarta-feira (7), durante reunião de representantes dos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans), em São Paulo. Com isso, candidatos em busca da primeira habilitação que não finalizarem o processo até a data terão os valores recalculados de acordo com as aulas restantes.

— Isso significa que os candidatos não precisam esperar até setembro para abrir o serviço de primeira habilitação ou adição de categoria B. Podem começar o processo antes e, quando chegar no dia 16, o sistema vai recalcular o número de horas faltantes já segundo o novo regramento — explica o chefe da Divisão de Habilitação do Detran/RS, Jonas Bays.

Em junho, o Contran anunciou a redução de 25 para 20 horas a quantidade de aulas práticas obrigatórias para fazer a CNH. Na mesma resolução, o órgão determinou que o uso do simulador nas aulas de direção é facultativo. As duas medidas farão com que o valor pago pelo documento caia de R$ 2.270,76 para R$ 1.954,91 – redução de quase 14%.

Mesmo para o aspirante a motorista que decidir fazer cinco aulas no simulador, o preço da CNH continuará menor: sairá por R$ 1.965,76. O Detran esclarece, porém, que o valor leva em conta a aprovação do candidato na prova prática. Há situações em que o próprio aluno decide fazer mais aulas antes do teste para chegar mais seguro ao exame. GaúchaZH

Matéria publicacada em 10/08/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.