»Geral - Panambi News

Indicação do vereador Gustavo Cavalheiro propõe a realização de estudos para utilização de energia solar em prédios públicos e escolas municipais

“A Voz do jovem na Comunidade Panambiense”

Na ultima segunda feira (02) o Vereador Gustavo Cavalheiro solicitou, através de indicação, apresentada ao Plenário da Câmara, para que o Poder Executivo Municipal determine a realização de estudos com o objetivo de instalar placas de energia solar fotovoltaica em prédios públicos e escolas municipais. Com esta propositura Gustavo pretende promover a sustentabilidade dos prédios públicos, pois a energia elétrica vem, com o passar dos anos, sofrendo grandes ajustes e aumentos e, estes impactos também chegam aos órgãos públicos, como é o caso da Prefeitura que necessita de energia para o funcionamento das secretarias, escolas, postos de saúde, bombas de abastecimento, entre outros setores. A instalação de placas de energia solar fotovoltaica contribuiria também, diretamente na promoção de um meio ambiente ecologicamente equilibrado, essencial à sadia qualidade de vida, para a presente e futuras gerações, já que a radiação solar pode ser utilizada diretamente como fonte de energia térmica, para aquecimento de fluidos e ambientes e para geração de potência mecânica ou elétrica - disse Gustavo em sua justificativa. A instalação de sistema solar fotovoltaico representaria o compromisso da Administração Municipal com o sistema de energias renováveis e com o desenvolvimento local e, uma forma de conscientizar a população sobre as vantagens do uso da energia solar e da importância da conservação ambiental, pois, acreditamos que as energias renováveis representam o futuro e a sustentabilidade ambiental, além disso, a propositura também possibilitaria uma economia substancial de recursos públicos, com o aproveitamento do sol para obter energia, por certo contribuindo significativamente para a redução de custos com energia elétrica, visto que é uma energia barata, pois o investimento na implantação das placas acaba se pagando e se tornando viável durante o período de uso – argumentou o Vereador. A propositura do Vereador Gustavo esta justificada no que diz o artigo 225 da Constituição Federal “todos têm direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, bem de uso comum do povo e essencial à sadia qualidade de vida, impondo-se ao Poder Público e à coletividade o dever de defendê-lo e preservá-lo para as presentes e futuras gerações”. O aquecimento global é assunto emergente, e não podemos nos esconder da realidade, a utilização da energia solar apresenta grandes vantagens tanto econômicas, quanto ambientais por tratar-se de uma forma limpa e inesgotável que se delineia cada dia mais como uma das grandes soluções energéticas para todo o planeta – “conclui o Vereador Gustavo Cavalheiro”. A matéria foi aprovada e encaminhada para análise do Poder Executivo Municipal.

A MUSICA É VIDA ASSIM O VEREADOR GUSTAVO BUSCA ATRAVÉS DE INDICAÇÃO A INCLUSÃO DOS IDOSOS NOS PROJETOS DA ESCOLA DE TALENTOS

O Vereador Gustavo Cavalheiro solicitou através de indicação para que Poder Executivo, através das Secretarias Municipal de Educação e Cultura, Habitação , Trabalho e Ação Social, Saúde ou quem de direito, estude e viabilize para que a Escola Municipal de Talentos amplie seu atendimento com o objetivo de oportunizar a participação de Idosos nos cursos de iniciação musical, com lições teóricas e práticas de instrumentos musicais. (violão, gaita, etc) e canto. Esta proposição tem como objetivo promoverainda mais a cultura em nosso município, reduzindo desigualdades sociais e combatendo o preconceito através da musica, o que, sem sobra de duvidas, vai muito além, pois beneficiará sobremaneira a saúde de muitos idosos, - disse Gustavo, salientando também de que a música tem acompanhando a história da humanidade em todas as classes sociais, culturas e épocas, sendo uma linguagem universal, que ultrapassa as barreiras do tempo e do espaço, e os idosos, em grande número de casos, ressentem-se da ausência de relações, uma vez que a sua rede social diminui à medida que envelhecem. Assim, por alguns momentos, a música, poderia substituir essas perdas para os idosos, possibilitando o preenchimento dessa lacuna, sendo uma ferramenta para trazer conforto, diminuir a dor e facilitar a comunicação, auxiliando também no combate da solidão e depressão que muitos idosos apresentam. Com a inclusão dos idosos nos projetos da escola de talentos estamos buscando uma melhor qualidade de vida, alterando a realidade do idoso panambiense através de um evento que proporcionará atividades demonstrando que, o envelhecimento não é um sinal de doença, e muito menos ainda de pessoas improdutivas. O envelhecimento de nossa população deve ser um sinônimo de vida, felicidade, sabedoria e realizações – disse o Vereador Gustavo Cavalheiro. A matéria foi aprovada e encaminhada para análise do Poder Executivo.

FAIXA DE TRAVESSIA DE PEDESTRES DEFRONTE A EMEI PEQUENO LAR NA RUA JACÓ BOCK, PRECISA DE REVITALIZAÇÃO DISSE O VEREADOR GUSTAVO CAVALHEIRO

Atualmente já se observa um comportamento de cortesia da parte de muitos condutores, que param seus veículos e dão a preferência para os pedestres, mas ainda existem muitos apressadinhos, então mais do que nunca é necessário que a Prefeitura faça a sua parte, reparando as faixas de travessias de pedestres e sinalizando-as com pintura bem visível, como determina a regra. Neste caso especifico, falamos da faixa de travessia de pedestres localizada na rua Jacó Bock, defronte a EMEI Pequeno Lar, no Bairro Vila Nova que precisa de uma urgente revitalização. Assim para dar mais segurança a todos que utilizam aquela via pública o vereador Gustavo Cavalheiro apresentou indicação para que o Poder Executivo Municipal, determine, com urgência, a realização de pintura para revitalizar a sinalização da referida faixa. A matéria foi aprovada e encaminhada para providencias do Poder Executivo. por-Assessoria do vereador

 

 

 

Matéria publicacada em 07/09/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.