»Geral - Panambi News

Referência no exterior: Grupo Strobel recebe visita de pesquisadores franceses

Um grupo de pesquisadores da Escola Nacional Superior de Agronomia, da França, integrado pelos pesquisadores Arialie Clabert e Jean Pierre Sarthou e coordenado pelo professor da Universidade Estadual de Londrina, Ricardo Ralisch esteve visitando a Fazenda da Taipa, sede da produção da Strobel Semente em Condor, para conhecer as práticas de cuidados com solo. A visita ocorreu na última terça-feira (9). Ontem (10) a comitiva passou pela Granja Guarita Agrosul, localizada na Linha Encarnação, para conhecer as práticas de controle biológico das pragas através do sistema de multiplicação de bactérias. Ambas empresas rurais pertencem ao Grupo Strobel.

Os participantes estão no Brasil desde 24 de agosto e já visitaram algumas propriedades e cooperativas em Londrina. O professor Ricardo explica que a escolha pelo Brasil se deu em função de que o País é referência no sistema Plantio Direto. “Não somos os pioneiros a adotar esse sistema, mas aqui no Brasil a prática do Plantio é diferente, pois o produtor entende que o solo é a base de toda sua produção, portanto precisa cuidá-lo para corrigir a erosão, por exemplo”, afirmou.

Sobre a escolha do Grupo Strobel, o coordenador explica que aconteceu pelo trabalho realizado na propriedade desde sua origem até os dias atuais. “O Grupo Strobel é referência no Brasil, na forma com que produzem grãos e aliam as técnicas no conjunto sistêmico em prol do meio ambiente”.

De acordo com os franceses, eles estão impressionados e entendem que foi uma experiência enriquecedora essa visita. “Havia uma expectativa de conhecer o Brasil. Tanto sobre Plantio Direto, quanto sobre a imigração histórica. O Brasil é muito maior do que pensávamos. Foi uma viagem enriquecedora, pois o Brasil é uma referência no sistema de plantio na palha”, ressalta Jean.

O pesquisador acrescenta que na França existe um conceito generalizado de que o Brasil é um grande usuário de defensivos agrícolas. “Estamos buscando verificar se isso está diminuindo, por isso encontramos nas iniciativas do Grupo Strobel, alternativas que aos poucos estão contribuindo na diminuição do uso dos químicos na produção de grãos e sementes”, enfatizou. O grupo retorna hoje (11) ao Paraná e fica até 14 de setembro dando sequência as pesquisas.

Por-Marra Comunicação

Matéria publicacada em 12/09/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.