»Geral - Panambi News

Governo Federal estuda licença maternidade de um ano

foto ilustrativa
foto ilustrativa

Medida é defendida pela Ministra da Mulher, Família e Direitos Humanos, Damares Alves

Ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos, Damares Alves defende que o Congresso amplie para um ano a licença-maternidade remunerada. O benefício hoje é de quatro meses, com possibilidade de chegar a seis meses por opção do empregador. A proposta faria parte de uma política de fortalecimento da família.

No começo do mês, a ministra participou da III Cúpula Demográfica de Budapeste, na Hungria. Na entrevista, destacou o tempo de licença naquele país, que é de três anos. A Hungria também está determinada a enfrentar o problema do declínio da população, um desafio enfrentado pelos países industrializados, e mantém a questão em pauta desde 2010. A resposta do país europeu é uma forte política pró-família, em vez de incentivar a migração em massa.

Ao discursar em Budapeste, Damares afirmou que "o presidente Jair Bolsonaro quer trazer o Brasil para o cenário mundial como um país pró-família e pró-vida. Para ela, é necessário investir em famílias para que a nação cresça e, também, para que a paz seja restabelecida".Na Hungria, a mulher em licença-maternidade ganha, no primeiro ano, 100% do salário. No segundo, 80%, e, no terceiro, 50%, destacou Damares na entrevista. A ministra revelou que defende também a ampliação do prazo de afastamento para o pai, que poderia ser de dois ou de três meses — hoje, é de cinco dias.

Gaúcha ZH/Chiru comunicação

Matéria publicacada em 29/09/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.