»Geral - Panambi News

​Sonorizadores foram instalados junto a travessia do bairro Pavão BR 158

Na última quinta e sexta-feira, 12 e 13 de dezembro, equipes coordenadas pelo DNIT foram designadas para trabalhar junto a travessia da BR 158, conhecida como travessia do bairro Pavão. Segundo informações no local foi realizado um pequeno relevo no chão, também com identificação para que os motorista diminuam a velocidade.

Foram feitos nos dois pontos próximos aos pardais, que no momentos estão desligados, também foram substituídas placas antigas e alertas de atenção nas laterais da pista. Essas medidas foram tomadas depois que o Prefeito Municipal de Panambi Daniel Hinnah pediu para que representantes do departamento estivessem em Panambi, solicitou melhorias na travessia, já que milhares de pessoas passam pelo local todos os dias, considerado um movimento intenso dos transeuntes. O local considerado de alto risco, já foi palco de muitos acidentes envolvendo veículos e também atropelamentos com mortes. Por se tratar de uma BR Federal a prefeitura local é limitado em suas ações. Na oportunidade o chefe do executivo também pediu melhorias no túnel logo abaixo da travessia o que permitirá um maior fluxo de pedestres, outra situação apontada são os pardais que estão desligados em razão de uma medida federal realizada no início desse ano. No ano passado o contrato com a empresa gaúcha que administrava os pardais do bairro Pavão foi encerrado, uma empresa do Paraná que foi a vencedora da licitação realizou a nova instalação, mas foi impedida de entrar em funcionamento por medida federal. O que se sabe é que os equipamentos poderão voltar a funcionar, mas dependendem da medida federal, prazo que ainda não foi estipulado e esses equipamentos estão sobre juridição do DNIT.

Os moradores se mostram preocupados com a travessia, pois os veículos que transitam por ali tendem a estar em alta velocidade.

Matéria publicacada em 19/12/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.