»Geral - Panambi News

Patrick marca duas vezes e Inter vence o Brasil de Pelotas no Beira-Rio

Meia foi o destaque na vitória dos reservas do Colorado por 2 a 0

No último compromisso antes do clássico Gre-Nal, os reservas do Inter conquistaram uma vitória importante no Estadual. Com boa atuação no Beira-Rio na noite deste domingo, diante do Brasil de Pelotas, os reservas de Eduardo Coudet venceram pelo placar de 2 a 0, para recolocar a equipe na liderança do grupo A do Estadual, com quatro pontos.

Os dois gols foram marcados na etapa final, ambos pelo mesmo jogador. E os dois de cabeça. Patrick se aproveitou de dois cruzamentos precisos, aos 16 e aos 23, para construir a vitória do Colorado.

Agora, tudo é clássico Gre-Nal para o Inter. Pela segunda rodada do grupo E da Libertadores, as duas equipes se enfrentam na Arena, na noite desta quinta-feira, às 21h. Pelo Estadual, encara o São José, no Passo D'Areia, no domingo, às 19h, válido pela terceira rodada do returno.

Inter começa bem, mas não marca

Por conta do compromisso no meio da semana pela Libertadores com o Gre-Nal da Arena, Coudet mandou a campo uma equipe reserva. Entre os destaques, a estreia do lateral-direito argentino Renzo Saravia, a dupla de zaga formada por Rodrigo Moledo e Bruno Fuchs, e a presença de D'Alessandro no ataque junto com Gustavo.

Após um começo de jogo lento, onde apenas tocou a bola, o Inter iniciou uma pressão a partir dos 10 minutos, quando criou duas boas chances. Primeiro, Patrick enfiou bola para Nonato, na entrada da área. Ele bateu cruzado, obrigando Matheus Nogueira a fazer boa defesa, mandando para escanteio. Depois, foi a vez de Guilherme Pato finalizar de longe, com a bola também se perdendo pela linha de fundo.

Com a estreia de Renzo Saravia, o Inter optou por acionar bastante o novo lateral, concentrando suas jogadas pelo setor direito, o que tornou os primeiros 45 minutos do argentino bem participativo no confronto. Nonato também começou bem, participando do início da armação das jogadas do Inter. Outro destaque foi o contestado Patrick, que levou vantagem pelo lado esquerdo quando chamado.

A melhor chance do Inter para marcar aconteceu aos 40 minutos do primeiro tempo. Uma boa trama pela direita da entrada da área, que começou com Patrick e passou por D'Alessandro, chegou até Guilherme Pato. Ele cruzou forte, rasteiro, e Gustagol apareceu na pequena área. O atacante se antecipou à zaga e chutou a queima roupa, para defesa difícil de Matheus Nogueira.

Mesmo com a partida sob controle, com mais posse de bola e mais finalizações, o Inter pouco produziu em termos de chances claras de gol na etapa inicial. Assim, acabou levando o jogo empatado em 0 a 0 ao intervalo.

Patrick decide para o Inter na etapa final

Sem fazer trocas no intervalo, não demorou muito para Eduardo Coudet fazer as primeiras modificações. Logo aos 8 minutos, sacou o pendurado Guilherme Pato e o volante Nonato, para colocar em campo Thiago Galhardo e Marcos Guilherme, tentando dar mais velocidade ao Colorado.

Dois minutos depois, Thiago Galhardo teve sua primeira chance. Após belo lançamento de Natanael pela esquerda, o atacante ganhou na velocidade, driblou o goleiro do Brasil e tentou a finalização, pegando mal na bola e mandando na rede pelo lado de fora. No lance, o goleiro Matheus Nogueira, um dos destaques do Xavante na partida, sentiu lesão e precisou ser substituído.

Ainda frio em campo, não demorou muito para o reserva Rafael Martins sofrer o gol. Saravia recebeu na direita e cruzou na cabeça de Patrick, que confirmou sua boa atuação ao subir mais alto que a defesa do Brasil e testar para o fundo das redes, fazendo 1 a 0 para o Inter aos 16 minutos.

Logo depois, o Inter quase ampliu. O lateral esquerdo Natanael, que também fez boa partida, cruzou para Gustavo. O centroavante fez o movimento correto e atacou a bola cabeceando para baixo. No entanto, a finalização bateu caprichosamente no pé da trave direita de Rafael Martins.

Mas sobrou para Patrick, de novo, ampliar. E novamente o jogador de 1,76m anotou de cabeça. Marcos Guilherme cobrou escanteio pelo lado esquerdo de ataque, aos 23 minutos. O meia voltou a vencer a marcação, no segundo pau, e testou para baixo, marcando 2 a 0 para o Inter.

Nos minutos finais, com o placar definido, poucas mudanças no cenário do jogo. O Inter controlou a partida, e quase não correu riscos, como ocorreu no jogo inteiro. O Brasil, que finalizou apenas uma vez com perigo nos 90 minutos, nada pôde fazer a não ser esperar o fim do jogo que garantiu mais 3 pontos e a liderança do grupo A do Estadual para o Inter.

Campeonato Gaúcho - 2ª rodada do returno

Inter 2

Danilo Fernandes; Saravia, Rodrigo Moledo, Bruno Fuchs e Natanael; Rodrigo Lindoso, Guilherme Pato (Marcos Guilherme), Nonato (Thiago Galhardo) e Patrick (Praxedes); D'Alessandro e Gustavo. Técnico: Eduardo Coudet

Brasil de Pelotas 0

Matheus Nogueira (Rafael Martins); Ednei, Lázaro, Heverton e Mateus Mendes; Leandro Leite, Revson, Gegê, Gabriel Poveda (Wellington Simião) e Jarro (Cristian); Wesley. Técnico: Gustavo Papa

Gols: Patrick (16/2T, 23/2T)

Cartões amarelos: Rodrigo Lindoso, Guilherme Pato e Natanael (Inter); Lázaro, Revson e Leandro Leite (Brasil de Pelotas)

Árbitro: Vinicius Amaral

Local: Estádio Beira-Rio, em Porto Alegre (RS)

Público: 15.536

Renda: R$ 376.115,00

Matéria publicacada em 08/03/2020
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.