»Geral - Panambi News

Casal com suspeita de coronavírus é detido após fugir de hospital em São Borja

 Foto: PRF
Foto: PRF

Dupla vai responder pelo crime de violar determinação para impedir propagação da doença

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deteve na noite desta terça-feira (17) um casal catarinense que fugiu de um hospital de São Borja, na Fronteira Oeste. Segundo a corporação, o homem e a mulher estavam em observação por suspeita de coronavírus e, ao sair do isolamento, tentaram pedir carona em um posto de combustíveis às margens da BR-285, no município. Agora estão sob custódia da Guarda Municipal.

O homem, de 41 anos, é caminhoneiro e havia retornado de viagem ao Chile, na fronteira com a Argentina, junto com a companheira, de 39 anos. Segundo a prefeitura de São Borja, os dois estacionaram o caminhão na aduana, do lado argentino, e esperavam liberação de documentos para cruzar a fronteira. Enquanto isso, tiveram febre e problemas respiratórios. 

Como há uma equipe médica e de enfermeiros no local, inclusive com ambulância, a dupla foi encaminhada para o Hospital Ivan Goulart. O casal foi medicado e fez exames, além de ficar em isolamento. A fuga foi percebida por volta das 19h, quando os médicos foram realizar novo atendimento.

A dupla teria saído pela porta lateral do hospital e ingressado em um táxi até um posto de combustíveis, que fica distante dois quilômetros da área central da cidade. A PRF diz que houve buscas no Brasil e na Argentina até a localização do casal.

Eles estavam em um caminhão, estacionado no posto, admitiram a fuga e foram levados de volta ao hospital pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). A prefeitura informa que eles estão sob custódia de uma equipe da Guarda Municipal e que os governos gaúcho e catarinense foram comunicados do fato. O objetivo é que os dois sejam transferidos em uma ambulância para Jaraguá do Sul, cidade catarinense onde residem. Por enquanto, ainda não houve decisão.

Além destas medidas, foi feito registro de ocorrência na Brigada Militar e outro comunicado à 12ª Coordenadoria Estadual de Saúde, que fica em Santo Ângelo. A prefeitura ainda destaca que o casal tem suspeita de coronavírus e que o exame realizado foi encaminhado ao Laboratório Central de Saúde Pública do Rio Grande do Sul (Lacen). O órgão tem até 10 dias para encaminhar o resultado para São Borja. Até as 10h desta quarta-feira (18), o estado de saúde dos dois era estável.

De acordo com a PRF, o homem e a mulher vão responder pelo crime de infringir determinação do poder público para impedir propagação de doença contagiosa. É o artigo 268 do Código Penal, que determina, em caso de condenação, uma pena de um mês a um ano de prisão, mais multa. Segundo a própria PRF, os dois devem responder em liberdade. Rádio Gaúcha

Matéria publicacada em 18/03/2020
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.