»Geral - Panambi News

'Foi muito assustador', diz empresário que teve coronavírus e ficou uma semana internado em hospital de Novo Hamburgo

Na semana passada, Leandro Mosmann, de 43 anos, recebeu alta e agora está em isolamento domiciliar. Ele relata como foi difícil passar pela doença.

O empresário do ramo da construção civil Leandro Mosmann, de 43 anos, precisou ficar uma semana internado em um hospital de Novo Hamburgo devido ao coronavírus. Na quinta-feira (2) da semana passada, ele recebeu alta após se recuperar da doença, e agora está em isolamento domiciliar. Ele relata como foi difícil passar por toda essa situação.

"Não foi nada esperado, foi muito assustador. Quando cheguei no hospital e disseram que eu estava com esse negócio, que tinha que ficar lá, fiquei muito assustado", afirma.

Leandro é diabético. Apesar de ter recebido alta do hospital, ele ainda está se recuperando de tudo o que aconteceu.

"Foi uma doença bastante agressiva. Quando eu procurei o hospital foi porque eu estava com muita febre e com dor de cabeça. Chegando no hospital que senti a gravidade do que se passava. Quando fui fazer a tomografia que percebi que estava muito mal, porque não conseguia encher o pulmão para fazer [o exame]. Não conseguia puxar o ar", relata.

O empresário conta que foi o sogro que insistiu para que ele fosse ao médico.

"Isso é muito importante, eu não tinha sintoma nenhum, só tinha febre, mal estar no corpo, estava com um gripão. Chegando lá, fizeram o exame, tomografia, e constataram que eu estava com 20% do pulmão tomado."

Ele relatou ainda que, nos primeiros dias de internação, não tinha apetite e não conseguia comer. Uma das questões mais difíceis do processo de recuperação, segundo Leandro, foi o isolamento.

"Fiquei sem acompanhante porque não é indicado, visitas não são permitidas. Passei os primeiros quatro dias tendo dificuldade de respiração, graças a Deus não fui para a UTI, não fui intubado, mas usei bastante oxigênio".

"Eu fiquei ruim mesmo. Junto com um pouco de depressão que o cara sente no hospital, eu achei que ia morrer até."

A recomendação é que os pacientes fiquem 14 dias isolados após a internação. Leandro está em casa, com a esposa e o enteado, mas permanece sozinho em um quarto da residência.

"Estou sempre envolvido com muita gente. O que me derrubou foi a doença, claro, mas a questão de ficar isolado. Isolamento dentro de casa, com a família, é uma maravilha, passei uma semana no hospital sozinho", acrescenta. G1.com

 

Matéria publicacada em 11/04/2020
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.