»Geral - Panambi News

Venda de gás de cozinha é racionada e pode elevar preços

Revendedores estão buscando gás no Paraná, o que deixa o frete mais caro.

Está ocorrendo um racionamento na venda de Gás Liquifeito de Petróleo, conhecido como gás de cozinha. O problema é registrado em várias regiões e chegou ao Rio Grande do Sul.

Há falta de GLP nas distribuidoras, o chega a provocar filas de caminhões. E ainda, quando abastecidos, os veículos estão recebendo cerca de metade do que foram buscar, informa o Sindicato dos Revendedores do Rio Grande do Sul.

A orientação das distribuidoras para os revendedores é atender preferencialmente o consumidor residencial e institucional, como escolas. Atacadistas, como postos de gasolina, ficam para depois na lista de clientes.

Outro impacto deve ocorrer no preço em breve. Parte do gás consumido no Rio Grande do Sul tem sido trazida do Paraná via rodoviária, o que encarece o frete. Tradicionalmente, o gás é pego na Refap, em Canoas.

O Singasul não recebeu posicionamento oficial sobre o motivo.

- Falam em contaminação do gás em uma refinaria, mas há diversas versões. Entre elas, a dificuldade de acesso do navio a Canoas ou mesmo contenção da importação. Não há posição oficial da Petrobras. - diz o presidente do sindicato, Ronaldo Tonet.

A Petrobras foi procurada pela coluna na manhã desta sexta-feira. Até a publicação, não havia respondido à solicitação. GAÚCHA

Matéria publicacada em 22/06/2017
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.