»Geral - Panambi News

Equipe do SAMU 192 recebe treinamento e outras notícias da Conferência em saúde

Foram realizadas simulações de acidentes de trânsito e a atuação dos socorristas foi monitorada e avaliada, para aperfeiçoar a eficiência do trabalho em ocorrências reais.

A equipe de servidores municipais atuantes no SAMU 192 (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) participaram de atividades de treinamento na semana passada.

O grupo reuniu-se na quadra da Associação Esportiva Kepler Weber (AEKW) para conhecer e praticar diferentes técnicas de atendimento a pessoas feridas em acidentes de diversos tipos, seja no trabalho, na residência ou no trânsito, por exemplo.

Uma atividade bastante útil para o treinamento das equipes foi a simulação de um acidente entre um carro e moto, resultando em várias pessoas feridas. O cenário utilizado foi a área dos fundos do ginásio esportivo, onde há inclusive um declive bastante acentuado, que foi propício para simular situações comuns nas estradas e rodovias, em que os veículos ou algum de seus passageiros descem ribanceiras ou caem em áreas de difícil acesso.

Toda a ação das equipes de socorro foi monitorada e posteriormente avaliada com os participantes, de modo que ficaram evidenciados os procedimentos mais eficazes no salvamento e também as dificuldades e desafios encontrados. Com isso, foram debatidas e treinadas soluções para aperfeiçoar ainda mais a eficiência dos serviços em situações reais.


Conferência propõe ações para melhorar a Vigilância em Saúde

Também aconteceu a escolha de delegados para representar o município nas instâncias estadual e nacional.

A 1ª Conferência Municipal de Vigilância em Saúde foi realizada no dia 10 de Agosto de 2017, no auditório da Rua Andrade Neves nº 594 e teve como palestrante Gerson Azulim Muller, doutor pela Universidade Federal do Paraná e professor do Instituto Federal Farroupilha de Panambi.

Ele enfatizou inicialmente aspectos históricos e legais da fiscalização da potabilidade da água para consumo humano. Elencou as formas de contaminação de cursos e lençóis d’água, relacionou doenças que podem ser causadas pelo consumo de água contaminada e apontou a diferença entre água limpa e água potável. A palestra serviu para os profissionais refletirem e relacionarem as doenças que acometem seus pacientes com a causa do consumo de água não tratada. Muller também apresentou dados gerais do Brasil e de Panambi sobre esgotamento sanitário e consumo de água potável. Enfatizou a importância da limpeza dos reservatórios domiciliares. Destacou que “água é vida, é um bem comum, limitado, de valor e que por isso a conscientização sobre uso racional e sustentável é tão importante”.

Após, os participantes formaram quatro grupos para discussão e debate de propostas que serão levadas às instâncias estadual e nacional pelos representantes eleitos: Claudete Beatriz Junthon, Luicia Lopes dos Santos, Vânia Piaia Abreu e Anderson de Oliveira Ardenghi. Fortalecer as vigilâncias para promover a saúde é o centro de todas as propostas que foram elaboradas e serão encaminhadas. Como representante da 17ª Coordenadoria Regional de Saúde, participou Cledis Ottoneli, coordenadora de Imunização.Por- Prefeitura de Panambi, Mateus Junges

 

 

 

Matéria publicacada em 14/08/2017
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.