»Geral - Panambi News

Servidores protestam contra resultado da votação na Câmara

A Câmara de Vereadores rejeitou, por 7 votos a 5, a indicação de que a venda, por parte da Prefeitura, da folha de pagamento dos servidores públicos municipais, desse origem a um abono ou auxílio alimentação em benefício dos servidores. A indicação foi uma iniciativa dos vereadores Ibraim Chagas (PTB), Leo Almeida (PP), Clarice Morche de Oliveira (PTB), Gustavo Cavalheiro (PSD) e Paulo Sergio Rodrigues (PT). A votação ocorreu na sessão ordinária de segunda-feira, dia 4. O valor aproximado da negociação entre Prefeitura e Bradesco é de R$ 2,3 milhões.

O presidente do Legislativo, Neudi José Colombo (PMDB) chegou a pedir silêncio em diversas oportunidades, face ao comportamento dos servidores públicos presentes, que não pouparam vaias aos sete vereadores que votaram contra a indicação.

Um dos mais indignados com o resultado da votação era o presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais, Silvano Muniz de Abre. Em entrevista à Rádio Sorriso, na terça-feira (5) ele afirmou, enfaticamente, que “a maioria da Câmara de Vereadores não representa o povo”. Por Folha das Maquinas/ Sorriso FM

Matéria publicacada em 08/09/2017
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.