»Geral - Panambi News

Porque falta d'água em algumas regiões de Panambi

Qualidade e acesso á água tratada em debate

A qualidade e o acesso à água potável em Panambi, locais onde a falta de água tem sido frequente, bem como as responsabilidades na repavimentação de ruas abertas pela Corsan, estiveram entre os temas em debate no programa Questão de Opinião, da Rádio Sorriso FM, no dia 23 pela manhã. O programa, apresentado por Eloir Pereira, com apoio de Hugo Schmidt, contou com os convidados Pedro Ames (gerente local da Corsan), prefeito Daniel Hinnah, vereador Henrique Markus e da usuária Adriana Horst Brião.

O programa teve a participação, por telefone, do superintendente regional da Corsan, João Batista Corin. O superintendente explicou que a unidade local tem pendências em consertos e repavimentações, “e vamos acionar estas empresas para que elas efetuem as correções necessárias, por que nossa obrigação, como servidor público, é fiscalizar estas empresas para que elas prestem um bom serviço”, ressaltando que a Corsan e a Prefeitura vêm também fazendo esta fiscalização: “nós temos que unir esforços no sentido de fiscalizar para que as empresas terceirizadas apresentem um bom serviço”.

O apresentador Eloir Pereira perguntou sobre os prazos a serem cumpridos pela empresa terceirizada, para a repavimentação. Corin explicou que este prazo é de 15 dias mas, no momento, em nossa região existe uma dificuldade para obter massa asfáltica, que tem origem na Petrobrás, estatal queu vem enfrentando dificuldades para fornecer a matéria prima que as usinas de asfalto necessitem.

Adriana (moradora da rua Gustavo Arrais, parte alta do bairro Arco-Íris) relatou que a disponibilidade, ou não, de água tratada, é que define a rotina doméstica, seja para “´É triste você ter um planejamento para aquele dia, e a primeira coisa que você tem que fazer para ver se este teu planejamento vai dar certo, é verificar se tem água, é a água que vai determinar se o dia vai correr bem ou não”, diz, revelando que, em muitos casos, depois de trabalhar pela manhã e tarde, é comum chegar em casa ao final da tarde, pode encarar a falta de água, que é ainda mais comum no sábado durante o dia.

Daniel destacou o investimento de R$ 1,2 milhão para uma nova adutora, “ é um processo que está sendo feito para permitir que Panambi continue crescendo”. O prefeito lembrou, por outro lado, que a rua Otto Kepler, por onde passa a adutora, não ficou nas condições exigidas e, a partir daí, Prefeitura e Corsan passaram a pressionar a empresa que realizou o trabalho de repavimentação, para que este seja refeito.

O gerente Pedro Ames revelou que recebe ligações diárias da Prefeitura, em especial do secretário de Obras Paulo Schwingel, com informações e reclamações do cidadão quanto a pontos específicos em que há falta de água, vazamentos ou buracos em rua onde a rede foi consertada. Ele destacou que este tipo de informação/reclamação não deixa de ser algo positivo par a Corsan que, assim, pode detectar problemas que estão passando sem constatação por parte da Companhia. Ele relatou, também, que foi instalado um novo filtro no ponto de captação da Corsan, visando uma garantia a mais para a qualidade da água servida.

O vereador Henri Markus afirmou que fiscalizar a qualidade e a distribuição da água é tarefa, também, para o Poder Legislativo. Ele lembra que a qualidade da água servida em Panambi está entre as melhores do estado, e os investimentos que vêm sendo feitos estão mantendo esta característica. Markus destacou, também, a importância dos podres envolvidos (Prefeitura, Corsan/Governo do Estado e Câmara de Vereadores) deve trazer os resultados positivos esperados pelo consumidor.

O ouvinte teve grande participação, inclusive sobre a necessidade, ou não, dos filtros colocados junto às torneiras. Pedro Ames garantiu que a qualidade da água em Panambi torna a instalação do filtro uma opção, mas não uma obrigação para os consumidores. Foi sugerida, também, a obrigatoriedade, por pare da prefeitura, de caixas de água em residências novas, para estas poderem receber o ‘habite-se’. O prefeito Daniel lembrou a importância da instalação de cisternas para captação de água da chuva, garantindo o fornecimento de água para outras tarefas que não sejam o consumo humano e o banho. Por Sorriso FM Panambi

Matéria publicacada em 26/12/2017
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.