»Geral - Panambi News

Suspeito preso teria admitido assassinato da contadora Sandra

Jovem de 22 anos foi detido em um município de Santa Catarina, na noite de sexta-feira, 23

O segundo suspeito de participação no desaparecimento da contadora boa-vistense Sandra Mara Lovis Trentin, que foi detido na noite de sexta-feira, 23, pela Polícia Civil em um município de Santa Catarina, teria admitido o assassinato da mulher. Conforme o site GaúchaZH, o jovem receberia R$ 50 mil pelo crime, além de armas. Ainda de acordo com o GaúchaZH, o jovem relatou ter cometido o crime a mando do marido.

Ainda, o crime também contou com a participação de outro homem – além deste jovem de 22 anos –, os quais seriam de cidades próximas a Frederico Westphalen (o município exato não foi especificado pelo site). A suspeita é de que após terem supostamente cometido o crime, os dois homens se refugiaram em um município de SC. O local foi encontrado pela PC, que deteve um dos suspeitos.

Apesar das informações e das hipóteses sobre o caso, até o momento nenhuma versão foi confirmada ou descartada pela Polícia Civil. Os policiais trabalham com muita cautela, já que uma das linhas de investigação não se confirmou. Conforme informações deste suspeito preso, o corpo de Sandra estaria enterrado no município de Vicente Dutra. Porém, após diligências realizadas durante toda a madrugada e boa parte da manhã deste sábado, 24, no município vicentino, nada foi encontrado. O marido de Sandra, que também foi preso na sexta-feira, segue detido por suspeita de participação no desaparecimento. por autouruguai.com

Matéria publicacada em 25/02/2018
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.