»Esporte - Panambi News

Grêmio goleia o Avenida e encaminha lugar na final do Gauchão

Tricolor controlou a partida e aplicou 3 a 0 no estádio dos Eucaliptos

O Grêmio dominou amplamente o Avenida, neste domingo, e garantiu boa vantagem com a vitória de 3 a 0 no estádio dos Eucaliptos. Arthur foi o maestro, distribuindo as jogadas praticamente sem errar passes no meio, e Luan articulou com perfeição as jogadas que levaram aos gols. No fim das contas, a partida de volta na Arena virou protocolar antes do avanço à final do Gauchão.

O Tricolor teve 30 minutos de controle acachapante, no primeiro tempo de partida. Foi tempo suficiente para abrir 2 a 0 e ainda desperdiçar algumas chances de ampliar. Depois, esfriou um pouco o ritmo e viu os donos da cada ameaçarem, mas aí surgiu Marcelo Grohe para manter a vantagem.

Dois gols para começar

Os três primeiros minutos já mostraram a superioridade gremista, com duas chances de gol em triangulações rápidas e chutes perigosos. Na primeira, Jael lançou Jailson, que chutou forte, mas em cima da zaga. Ramiro tentou aproveitar o rebote, mas houve desvio para escanteio. Veio a cobrança de Luan e Kanneman cabeceou forte, mas por cima.

Apesar do jogo coletivo eficiente, foi num lance individual que o Grêmio abriu o placar. Ramiro recebeu de Luan na frente da área e surpreendeu com um chutaço de canhota. A bola foi certeira no ângulo esquerdo, anotando o 1 a 0 com um baita gol do volante.

O Avenida sentiu o baque e sucumbiu na pressão do Tricolor. Aos nove minutos, Jael recebeu na área e tentou chuveirar para Éverton. A bola tocou no braço de Itaqui e Jean Pierre de Lima anotou o pênalti. Após breve resenha com Jael, Luan foi para a cobrança e carimbou o 2 a 0 com um chute firme no canto esquerdo.

Até aí, o máximo que o Periquito conseguiu foi um chute de longe de Tchelé, aos 16 minutos, para fácil defesa de Marcelo Grohe. O Grêmio ainda ficou perto de ampliar aos 29. Jael cobrou falta em cima da barreira, mas sobrou para Kannemann dentro da área. O zagueirão enfiou o pé, mas houve o desvio no caminho para a goleira.

Perigo na área tricolor

Depois disso, os comandados de Renato Portallupi baixaram o ritmo e deram chances para o Avenida crescer. Aos 32, em cobrança de escanteio, Cleberson subiu livre, Grohe ficou plantado na linha e o cabeceio passou tirando tinta do poste.

No minuto seguinte, Tchelé disparou na direita e tentou cruzar. A bola foi direto no gol e Marcelo teve que improvisar para tocar em escanteio. Ramiro tentou responder com um chute forte na assistência de Arthur, porém a bola subiu demais. O colega também tentou o seu arremate, que o goleiro Fabiano buscou no meio do gol.

Antes do intervalo, o Avenida quase descontou. Alexandre levantou na marca do pênalti e Grohe tirou de soco. No rebote, a bola ficou viva e Claudinho teve a chance na cara do gol. O arqueiro gremista fez mais uma das suas defesas quase impossíveis para mandar em escanteio, saltando no caminho da bola na base do reflexo.

Arthur coroa atuação com gol

O Avenida até tentou dar um susto no Grêmio, no retorno do segundo tempo, mas uma jogada de ataque depois, já tinha sido dominado pelo tricampeão da América. A tentativa foi aos sete minutos: Tchelé cruzou na área e Grohe se atrapalhou ao tirar de soco. Sobrou para Fidélis que emendou uma bomba no rebote: mandou para fora.

Depois disso, a goleada gremista parecia cada vez mais próxima. Tocando a bola com tranquilidade, sem apressar, o Grêmio anotou o 3 a 0 aos 12 minutos. Mostrando toda a sua qualidade, Arthur puxou a tabela com Éverton e recebeu de costas na pequena área. Conseguiu girar entre três marcadores e confirmar a goleada com um chute forte para o fundo das redes.

Com a folga no placar, Renato lançou Brocador, Alisson e Thonny Anderson nos lugares de Jael, Ramiro e Éverton. A melhor chance de ampliar, contudo, foi com Luan, aos 15 numa cobrança de falta. O garoto bateu colocado e contou com um desvio na barreira para tirar faísca do ângulo direito.

A partida foi em águas mornas até os 36 minutos e quem fez a galera acordar foram Hélder e Marcelo Grohe, com o lance mais bonito da partida. A bola foi cruzada na área gremista e Hélder puxou linda bicicleta. Pegou na veia, rumo ao ângulo esquerdo, mas Grohe voou lá em cima para espalmar.

Ainda dava tempo do primeiro gol de Hernane Brocador no Grêmio? Quase veio. Aos 39, ele foi lançado por Thonny Anderson na área. Hernane caprichou, deslocou o goleiro no chute cruzado, mas Fabiano ainda deu um toquinho para salvar.

 

Gauchão - Semifinal

 

Avenida 0

Fabiano Heves; Itaqui, Luís Henrique, Claudinho e Roger; Toto, Fidélis, Tchelé (Moisés Baiano), Alexandre (Diego Torres) e Cleverson (Marques); Welder.

 

Grêmio 3

Grohe; Léo Moura, Bressan, Kannemann e Cortez; Jailson, Arthur, Luan e Ramiro (Alisson); Éverton (Thonny Anderson) e Jael (Brocador). Técnico: Renato Portaluppi.

 

Gols: Ramiro (7min/1ºT), Luan (10min/1ºT) e Arthur (12min/2ºT).

Árbitro: Jean Pierre de Lima.

Local: estádio dos Eucaliptos, em Santa Cruz do Sul. Correio do Povo

Matéria publicacada em 25/03/2018
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.