»Esporte - Panambi News

Grêmio pressiona, mas fica no 0 a 0 com o lanterna Paraná

Time de Renato Portaluppi não conseguiu vencer a retranca da equipe de Micale

Faltou força ofensiva ao Grêmio para superar a retranca do Paraná na tarde deste domingo. No empate em 0 a 0, ainda que tenha alcançado 75% de posse de bola, o time de Renato Portaluppi não conseguiu transformar a bola no pé em gols. Assim, perdeu uma chance importante de crescer na tabela do Brasileirão.

Sem os lesionados Everton e Alisson, Renato apostou em Maicosuel como meia pela esquerda em Curitiba. Mas, desde o início do jogo, o que se viu foi um Paraná disposto a se retrancar para evitar as investidas do Grêmio e apostar no contra-ataque para tentar surpreender Marcelo Grohe. Foi assim aos seis minutos, quando o atacante Silvinho recebeu na ponta esquerda e mandou um chute por cima do gol gremista.

Na prática, o Paraná tentou congestionar o meio-campo, criando dificuldades para que Maicon e Jailson pudessem fazer jogadas de infiltração pelo centro do campo. Assim, o Grêmio tentou avançar ao ataque pelo lado esquerdo com Cortez, aos 12 minutos, em cruzamento que virou chute a gol e por pouco não surpreendeu o goleiro Thiago Rodrigues.

Para conter o toque de bola do Grêmio, o Paraná também abusava das faltas. Assim, o mais caçado em campo era Luan, vigiado de perto pelos marcadores a cada vez que era acionado. A má qualidade do gramado também prejudicava a troca de passes da equipe de Renato, tanto que Maicon tentou arriscar de longe aos 24, em chute que passou por cima do gol. Aos 27, André tentou acionar Luan, mas o zagueiro Cleber Reis fez o desarme. Em jogada aérea, o Grêmio quase marcou aos 38: Ramiro cobrou falta na área e André cabeceou por cima. Ainda que tivesse 75% de posse de bola, o time de Renato não conseguiu o gol.

Sem mudanças no segundo tempo, o Grêmio balançou as redes aos cinco minutos. Foi quando Ramiro levantou a bola para André, dentro da área, que desviou do goleiro para marcar. O lance, no entanto, foi anulado pela arbitragem por impedimento do centroavante gremista.

O Paraná se manteve retrancado, mas Silvinho aproveitou um erro de Léo Moura na saída de bola aos nove minutos para concluir ao lado do gol de Grohe. Aos 17, lance preocupante no jogo: Kannemann se chocou de cabeça com o goleiro Thiago Rodrigues e os dois tiveram de ser atendidos pelos médicos por conta do sangramento, mas voltaram ao jogo.

Para tentar furar a retranca do Paraná, Renato mandou Cícero, Pepê e Lima a campo. Mas quem quase chegou ao gol foi o time da casa. Aos 30, Silvinho puxou contra-ataque em velocidade e lançou Caio Henrique, que concluiu com perigo por cima do gol de Grohe.

O Grêmio teve ótima chance de marcar aos 36 minutos. Foi quando Ramiro fez ótimo cruzamento na área para Lima cabecear e exigir uma defesa de reflexo de Thiago Rodrigues. Aos 41, o Grêmio teve sua melhor oportunidade no jogo: em outra bola alçada na área por Ramiro, Cícero ingressou em velocidade e desviou com muito perigo, ao lado do gol. Sem furar a retranca adversária, a equipe de Renato perdeu pontos importantes contra o lanterna do Brasileirão. GAÚCHAZH

Matéria publicacada em 21/05/2018
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.