»Polícia - Panambi News

Casal suspeito de latrocínio presos em Panambi e Condor tem prisão preventiva decretada

Mulher que seria moradora do bairro Khun em Panambi e homem morador de Condor

Na última sexta-feira, 15/06, após representação formulada pelo Delegado de Polícia Eduardo Ferronato Nardi, o Poder Judiciário decretou a prisão preventiva do casal suspeito de ter matado o taxista Ervino Sabino da Silva. Os dois suspeitos, que já se encontravam presos temporariamente, teriam, em comunhão de esforços, subtraído pertences da vítima e a matado. Além da confissão da mulher, a Polícia Civil coletou outros indícios para demonstrar que Ervino foi vítima de latrocínio (roubo com morte), como a apreensão de um relógio de posse da suspeita, que pertenceria à vítima; o registro de mensagens entre os investigados planejando, antes do crime, a prática de um assalto a um taxista e a existência de imagens que flagram a suspeita aguardando o táxi da vítima na rodoviária de Frederico Westphalen, bem como câmeras de monitoramento captaram seu namorando esperando a chegada do veículo em Erval Seco, cidade em que este ingressou no automóvel e pouco depois anunciou o assalto. Além disso, em 7/6, policiais civis das Delegacias de Frederico Westphalen e Condor apreenderam, no interior de uma residência, na cidade de Condor, um revólver calibre .38 com a numeração suprimida, arma que, conforme apurado, teria sido utilizada para ferir mortalmente a vítima. Durante as investigações foi apurado, também, que o casal planejava a prática de outro roubo e é suspeito de ter praticado um furto na tarde de 12/05, em Frederico Westphalen, ou seja, um dia antes da prática do latrocínio. O inquérito policial que investiga a morte do taxista tem previsão para ser concluído até sexta-feira, 22/06. Polícia Civil

O CASO

Encontrado na manhã de segunda-feira, 14 de maio, na zona rural do município de Redentora, o corpo do taxista Ervino Sabino da Silva, 68 anos, apresentava ferimento causado por disparo de arma de fogo, disse em entrevista por telefone no fim da tarde daquele dia o delegado que coordena a investigação, Eduardo Nardi. “Ainda não foi contabilizado o número de disparos, mas um ferimento estava visível no rosto. Foi uma morte violenta”, comentou a autoridade policial. A confirmação virá com o laudo emitido pelo Instituto-Geral de Perícias (IGP).

Morador de Frederico Westphalen, em casa, o idoso assistia ao jogo pela televisão no último domingo, 13, quando recebeu uma ligação em seu celular de alguém solicitando uma corrida perto das 19h30. O taxista saiu da estação rodoviária de Frederico Westphalen em torno das 19h59 daquele domingo. Ao verificar que o marido não retornava, sua esposa tentou ligar para o celular, que desde então consta como desligado. A família não conseguiu contato, nem teve mais notícias suas.

Pouco antes das 10h de segunda-feira 14, o veículo Voyage prata que ele utilizava como táxi foi localizado na linha Lajeado Grande, interior de Erval Seco, cidade distante cerca de 40 quilômetros de Frederico Westphalen. Com os vidros fechados, o automóvel tinha manchas de sangue. 

taxista Ervino Sabino da Silva, 68 anos

Matéria publicacada em 18/06/2018
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.