»Geral - Panambi News

Grupo diz ter hackeado dados do Sicredi

Em documento publicado no repositório Pastebin e já apagado, um grupo hacker, que diz ser ligado ao Anonymous, afirmou possuir 1,2 TB de dados de clientes da cooperativa financeira gaúcha Sicredi. No suposto ataque anunciado na quarta-feira, teriam sido vazadas informações como nomes, telefones, data de abertura de contas, registros de transações bancárias e outros detalhes relacionados a clientes.

Em comunicado enviado ao Correio do Povo nesta quinta-feira, o Sicredi afirma que detectou, por meio de monitoramento interno, a exposição de dados de alguns associados em uma região do interior do Estado. No entanto, conforme ressalta a instituição, “não foi detectada a exposição de dados bancários sigilosos”.

“Estão sendo tomadas medidas contingenciais e os associados impactados estão sendo contatados. Além disso, o Sicredi está colaborando com a investigação pelos órgãos competentes”, diz a nota. A instituição financeira também destaca que suas operações permanecem normais ao longo desta quinta, “sem comprometimento dos seus sistemas de segurança” e que adota as melhores práticas relacionadas à segurança da informação. Correio do Povo

Matéria publicacada em 14/12/2018
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.