»Geral - Panambi News

Canil de São Leopoldo será referência para estudantes da Feevale

Alunos de medicina veterinária contarão com o espaço para estágios e apoio às aula

Totalizando mais 3 mil atendimentos voltados para animais que vivem em situação de rua em São Leopoldo, a Secretaria de Proteção Animal (Sempa), começa o ano de 2019 com novidades. A partir de uma parceria com a Universidade Feevale, o Canil Municipal deve se tornar referência de estudo, pesquisa e projetos do curso de medicina veterinária. A ação ocorre após assinatura de um termo de cooperação entre a instituição e a Sempa.

“É uma parceria de colaboração que foge do senso comum de apenas ajudar na esterilização de animais ou de seus cuidados básicos. É uma cooperação técnica que possibilitará o desenvolvimento de pesquisa e estudos científicos, comportamentais, clínicos e humanos”, explica o secretário Anderson Ribeiro. Já de acordo com o coordenador do curso de medicina veterinária da Feevale, Fernando Spilki, a previsão é colocar a proposta em prática no primeiro semestre. "Esta iniciativa pode proporcionar um espaço interessante de estágio de alunos do curso e de produção de conhecimento e extensão que beneficiem ambas as partes. Estarão envolvidas as disciplinas básicas parasitologia e microbiologia, até o apoio de disciplinas mais avançadas como clínica e cirurgia”, enfatiza.

O ano de 2018 foi marcado por altos e baixos para os profissionais da pasta. Anderson lembra como fato marcante, a mudança de endereço da Sempa, tendo em vista os sete casos de arrombamento na antiga sede. "Trabalhamos com uma estrutura muito enxuta, pensando no bem estar dos animais de rua, e também dos que são tutelados por pessoas de baixa renda, nossos recursos são escassos", salienta.

Anderson destaca como ponto importante, e que será mantido em 2019, o projeto de conscientização que é feito junto com estudantes da rede municipal. "Muitas escolas desenvolvem pesquisas e projetos voltados para animais de rua. Uma visita ao canil acaba sendo muito importante nesse processo, para que os alunos vejam a realidade do local e dos casos de maus tratos", explica. Cerca de 300 estudantes já visitaram o espaço. Correio do Povo

 

Matéria publicacada em 04/01/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.