»Geral - Panambi News

Polícia civil de Panambi encaminha inquérito do duplo assassinato de irmãos a justiça local

Seis pessoas são indiciadas como partícipes da morte de irmãos no primeiro dia de 2019

O setor de investigação da Polícia Civil de Panambi concluiu a investigação e indiciamento dos responsáveis pela morte de duas pessoas, em um crime de intensa repercussão na comunidade local cometido no primeiro dia do ano. Na oportunidade, após uma discussão motivada pelo término de um relacionamento conjugal, os irmãos Sabino Fernandes, 40 anos, e Augusto Antônio Baldissera Fernandes, 34 anos, proprietários de uma revenda de botijões de gás GLP no Loteamento Alves Klesener, 2, foram mortos a tiros nas proximidades da Escola Waldenor Wickler.

De acordo com a investigação, facilitada pelo excelente trabalho da Polícia Civil e da Brigada Militar, bem como pela prisão em flagrante de pelo menos três pessoas no ato do crime, seis pessoas puderam ser indiciadas pela participação no crime, ainda que de forma indireta. De acordo com informações do Delegado Carlos de Anhaia Beuter a autoria dos crimes recai sobre Gustavo Henrique Borges Novatki, 19 anos, autor-confesso dos disparos que culminaram com a morte dos irmãos. Ainda foram indiciados Cristiano de Souza da Cunha, 42 anos, e Anderson Wagner de Oliveira Borges, 23 anos, como co-autores do homicídio; J.P e T.J.M, por falso testemunho e Eliseu Barcellos Cezar, por comércio ilegal de arma de fogo. A motivação para a prática do duplo atentado contra a vida é passional, tendo a contribuição das vítimas para o resultado do desfecho, uma vez terem deslocado-se até a residência dos acusados, com animosidade determinada.

O inquérito foi entregue ao Poder Judiciário na última semana, que decide sobre os trâmites processuais e uma possível cisão, uma vez que nem todos os réus serão julgados pelo Tribunal do Júri, rito exclusivo para crimes dolosos contra a vida.

Matéria publicacada em 15/01/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.