»Geral - Panambi News

Animais são encontrados mortos e agonizando no canil municipal em Ijuí

A Associação dos Amigos dos Animais de Ijuí – AAAI, em conjunto com a Grupo de Incentivo ao Cuidados com os Animais de Ijuí – Gicai, protetores independentes e apoiadores da causa animal buscam a responsabilização do poder público municipal através da Coordenadoria de Proteção Animal – CPA pela morte de cinco filhotes no Centro de Zoonoses, conhecido como Canil.

Na semana passada, um grupo de protetores dos animais foi até o canil, onde encontraram cinco animais mortos, juntos com os demais, caídos no chão. Outros três filhotes também acabaram morrendo ao longo da semana. 11 animais foram retirados do canil de forma voluntária pelos apoiadores pois encontravam-se doentes e muito debilitados, necessitando de assistência veterinária urgente, que não havia naquele momento no local.

De acordo com os relatos das pessoas que foram até o local, há dezenas de cachorros na parte externa do canil, nas áreas de mata próximo ao local, que foram abandonados ou que até mesmo possam ter escapado do canil.

Além dos animais já mortos que estavam no canil, e outros agonizando, também foram encontrados cães com tumores que seriam curáveis se recebem o tratamento médico necessário.


LEIA NA INTEGRA A NOTA DIVULGADA PELA AAAI

Estamos mobilizados, enquanto entidade de proteção e defesa dos animais em Ijuí, AAAI, em conjunto com o GICAI, mais protetores independentes e apoiadores da causa, visando encaminhamentos que responsabilizem o Poder Público Municipal através da Coordenadoria de Proteção Animal – CPA, pela morte de cinco (5) filhotes no canil e outros três (3) filhotes que vieram a óbito posteriormente (e até o presente momento), dentre os que foram retirados do canil por voluntários da causa, num total de 11, no dia 26/01/2019, com sinais e suspeitas de estarem doentes, assim como os que foram encontrados mortos e em agonia, e necessitando assistência veterinária urgente a que não tinham acesso no canil. Os 11 filhotes foram encaminhados para atendimento profissional em clínica particular, para receberem tratamento intensivo. Além desses óbitos, constatamos outras situações no canil, que caracterizam o não cumprimento do que a legislação determina para o Poder Público, que é de garantir a saúde e o bem estar dos animais.

Encontramos ainda no canil um cão com Tumor Venéreo Transmissível – TVT, curável desde que devidamente medicado, aguardando tratamento já há 08 meses. E este não é o único caso de TVT a espera de atendimento veterinário no local, inclusive, infelizmente, uma cadelinha veio a óbito pela demora a receber o tratamento, que não chegou a acontecer.

É de conhecimento público, amplamente denunciado há muito tempo, que a Prefeitura não assume efetivamente as suas atribuições legais com os animais. A Prefeitura não cumpre a legislação municipal, estadual e federal no que diz respeito à atenção e cuidados dos animais.

O canil, com relação à sua localização, estrutura, equipe de servidores muita limitada, não garante a saúde, o bem estar e a segurança dos animais ali hospedados. A localização junto ao depósito municipal de resíduos/lixão (só recentemente fechado) é claramente insalubre, atrai ratos, moscas e mosquitos, tornando o canil inviável para animais saudáveis e enfermos que ali se encontram; a equipe de servidores para atendimento dos animais doentes é insuficiente, agravado pelo fato de que por diversos meses não havia veterinário; também, os cuidadores permanecem no canil por tempo limitado, das 8:30 às 16:30, ou seja, boa parte das 24h diárias os animais ficam sem cuidador, desassistidos, sem falar nos fins de semana, quando recebem menos cuidados ainda, o que é grave, pois o Poder Público Municipal não garante a segurança e os cuidados dos animais sob sua guarda, e os doentes têm o seu tratamento limitado a estes horários.

Lamentamos muito que seja esta a realidade dos animais em Ijuí, e que pessoas sensíveis à causa dos animais, mesmo procurando ajudar, não conseguem as soluções e têm que conviver com o sofrimento e a falta de atenção e cuidados do Poder Público com os animais.

Precisamos de mudanças urgentes na atenção da Prefeitura Municipal com os animais, ao menos, o cumprimento do que foi acordado no Termo de Ajuste de Conduta assinado entre o Ministério Público e o Executivo Municipal em 2009, isto é, há 10 anos!

Os animais são entes de direitos legal e eticamente estabelecidos. São seres dignos e merecedores de respeito! noroesteonline.com

Matéria publicacada em 02/02/2019
COMPARTILHE ESTA PÁGINA
» Arquivo de Notícias
O panambinews.com é totalmente contrário a prática de cópias não autorizadas de conteúdo, matérias e fotos ( violação de direitos autorais ) e também não autoriza a reprodução de seu conteúdo em outros sites, portais ou ainda em mídia impressa, a não ser sob autorização escrita e certificada. Podendo apenas compartilhar nas redes socias preservando as informações, links e créditos originais.